QUAIS ASPECTOS PRECISAM SER OBSERVADOS PELO PROFESSOR, COM O OBJETIVO DE MELHOR AVALIAR O ALUNO DE EAD?

terça-feira, 30 de outubro de 2007

AMBIENTE DE APRENDIZAGEM COLABORATIVA



Na aprendizagem colaborativa os aprendizes são estimulados a trabalharem juntos em tarefas de aprendizagem. A colaboração envolve interesse mútuo e um esforço coordenado na busca de solução para uma determinada problemática.
Esses ambientes podem ser comparados àqueles momentos de “troca” e discussão que ocorrem nas salas de aula do ensino presencial.
Na aprendizagem colaborativa, não há hierarquização das participações. Todos são incentivados à contribuir para o processo de ensino-aprendizagem. Dessa forma o professor torna-se um incentivador e os alunos sujeitos aprendizes através do diálogo e da colaboração.

3 comentários:

Marcio Ferreira - ICP disse...

Lúcia Glória

Lúcia, você vai direto ao ponto: Avaliar pra quê? E manda a resposta por meio do link para o vídeo. Vêem como nada é por acaso e tudo tem o poder de se encaixar na educação mediada por TICs? Fala um pouco sobre aprendizagem colaborativa. Estou certo de que nos próximos dias seu blog crescerá com o incremento de novas discussões e contribuições.

Silvana Martinski disse...

Olá Lúcia, contando um pouco da minha experiência... participei de um curso de Tutores e Mediadores onde havia uma avaliação em grupo. A ferramenta (AVA) propiciou essa avaliação por conter um módulo específico para essa função. A turma foi dividida em grupos e havia um desafio para ser entregue num determinado prazo. Foi a melhor forma de aprendizagem. Só um detalhe: tem que existir o envolvimento e interesse comum pelos membros do grupo. A tutoria se preocupou em colocar pessoas com as mesmas afinidades na hora de formar o grupo e foi muito enriquecedor o resultado final. E ficou claro que o aprendizado em rede todos ganham porque existem assuntos em comum...
Um abraço
Silvana Martinski

Anônimo disse...

Lúcia Glória,
Quando trabalho com outro colega na elaboração de uma atividade de ensino, sinto que cresce a responsabilidade, pois eu dependo e dependem de mim para atingir um objetivo. Nem sempre há a interação com o outro, mesmo que isso seja crucial,mas quando isso ocorre é muito bom.
Abs,
Cirlane - mestranda Unopar